HISTORIA_1

Em 1953, Johannes Bernardus Egberhis Papenborg e sua esposa Maria Frederika Krabben deixaram a miséria que assolava a Holanda no pós-guerra e vieram para o Brasil em busca das oportunidades que o Novo Mundo prometia. Chegaram à Holambra, cidade fundada por imigrantes holandeses no interior de São Paulo, que é hoje o principal polo de plantas ornamentais do País, e ali trabalharam no cultivo de flores por seis anos.

Contudo, o empreendedor Papenborg queria mais. Em 1959, o casal veio para Santa Catarina, junto com outras doze famílias holandesas fundar a colônia agrícola Aderbal Ramos da Silva, em Tijuquinhas (atualmente, Governador Celso Ramos). Na nova propriedade, Papenborg investiu no cultivo de milho, mas as enchentes destruíram suas duas primeiras lavouras. Mesmo assim, não esmoreceu como a maioria dos outros imigrantes, que abandonaram o local. Pelo contrário, com muita dedicação e trabalho, adquiriu as primeiras vacas holandesas e passou a vender leite nos mais diversos pontos da Grande Florianópolis. Começava, assim, a história de sucesso de uma das mais importantes empresas do ramo de laticínios do País.

HISTORIA_2

Em uma tarde de 1975, os filhos do casal tomavam o iogurte caseiro preparado pela mãe, quando o empresário de uma importante loja de produtos naturais da capital passou pela fazenda e pediu para experimentar o tal iogurte. Ele ficou encantado com o sabor e a qualidade da iguaria e encomendou galões do produto, que fez enorme sucesso. Na casa da família, que fica na estrada para as belas praias de Governador Celso Ramos, foi criada uma pequena loja, onde os turistas que visitavam a região encontravam (e ainda encontram) iogurtes, queijos e outros laticínios frescos. Ali também ficava a pequena indústria familiar que vendia produtos de porta-em-porta. O marketing boca-a-boca foi tanto que as vendas foram se profissionalizando e a pequena fábrica familiar se tornou uma grande indústria, sem nunca perder a qualidade, o sabor e as características saudáveis dos produtos caseiros, com a segurança das mais novas tecnologias.

HISTORIA_3

Foi assim que, em 1987, três dos filhos do casal, Johannes, Paulo e Mario Papenborg, criaram, no mesmo terreno, a Papenborg Indústria de Laticínios. A empresa foi a primeira do setor a receber o registro do Serviço de Inspeção Estadual, da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), em 1990, quando o governo do Estado criou o registro. Hoje, seus descendentes se mantêm fiéis às origens e conseguem manter um perfeito equilíbrio entre qualidade e produção. Assim, todos os produtos da marca Holandês recebem o mesmo cuidado daqueles que originaram esta história. Uma história de pai para filho.